QUEM SOU



lic. em trabalho social
pg em int. social: criminologia
mestre em serviço social

trabalhador social

docente do ensino superior




membro da direcção

EM AGENDA

29/04/2011
Comunicação nas Jornadas Nortenhas de Mediação (Porto)
------------------
19, 20 e 21/05/2011
Formador do Curso Básico de Criminologia promovido pela AIDSS (Lisboa)
------------------

mais sobre mim

NAS REDES SOCIAIS

SUBSCREVO / APOIO

as minhas fotos

A partir de agora, e com o objectivo de agregar a minha página e o meu blog num único local, este blog passa a estar em http://miguelangelovalerio.wordpress.com

Sábado, 07 DE Maio DE 2011

sondagens, coligações e o futuro governo...

Num momento em que as sondagens que vão surgindo indicam alguma inconsistência no partido vencedor das próximas eleições legislativas, existe um cenário que, face às declarações dos principais intervenientes, temos que colocar e sobre a qual temos que reflectir.

 

É praticamente garantido que nenhum partido (quer Socialista, quer Social Democrata) vai conseguir obter uma maioria absoluta.

Para além disso, e até face ao que ambos os grupos políticos declararam, não será expectável nem pensável que Bloco de Esquerda e Partido Comunista Português, façam parte de uma qualquer solução de governo maioritário com a liderança do Partido Socialista.

 

Face a isso, importa recordar também que, quer Pedro Passos Coelho, quer Paulo Portas já afirmaram que nunca aceitariam uma coligação que incluísse unicamente o seu partido e o partido liderado por José Sócrates. E Cavaco Silva já disse por diversas vezes (a a troika também) que Portugal necessita de um governo maioritário.

 

Desta forma, e face aos resultados eleitorais, penso que só haverão duas possibilidades realistas: um governo de coligação PSD/CDS-PP no caso de ambos os partidos garantirem uma maioria parlamentar, ou uma coligação PSD/PS/CDS-PP no caso dessa maioria não acontecer.

 

E a primeira não está dependente do partido que obtiver mais votos nas próximas eleições...

publicado por MAV às 01:46
Terça-feira, 29 DE Setembro DE 2009

posts ideais...

Muito bem dito.

publicado por MAV às 23:41
Domingo, 11 DE Janeiro DE 2009

a questão que se impõe?

Será que Cavaco Silva vai esperar que José Sócrates marque a data das Autárquicas para marcar a das Legislativas?

publicado por MAV às 02:43
Terça-feira, 30 DE Dezembro DE 2008

comunicação ao país (ii)

Ao contrário, meu caro...

Parece-me que só vai depender de Cavaco a dignidade com que Sócrates vai acabar o mandato, e não o contrário...

publicado por MAV às 04:41
Terça-feira, 30 DE Dezembro DE 2008

comunicação ao país...

Cavaco Silva fez uma segunda comunicação ao país sobre o Estatuto Político-Administrativo dos Açores. E fê-lo duma forma que, ao contrário da primeira, não deixa quaisquer dúvidas sobre o que está em causa. Uma comunicação forte, congruente e explícita e que dá um valente puxão de orelhas à má moeda...  é o papel do Presidente da República...

Cavaco Silva poderia ter ido mais longe. Tinha aqui a possibilidade de (legitimada por Jorge Sampaio ao fazê-lo com a existência duma maioria de suporte ao Governo) dissolver a Assembleia da República. Aliás, os argumentos que utilizou justificavam constitucionalmente essa atitude. Disse que estava "em causa é o superior interesse do Estado português", que esta lei "introduz um precedente muito grave: restringe, por lei ordinária, o exercício das competências políticas do Presidente da República previstas na Constituição" e que assim estava em causa a "lealdade no relacionamento entre órgãos de soberania". Muito mais do que os argumentos usados por Jorge Sampaio...

Mas não o fez.

Não o fez porque tem consciência da situação sociopolítica actual.

Não o fez porque tem uma postura de chefe-de-estado que falta a muitos políticos portugueses. Não o fez porque sabe distinguir e sobrepor aqueles que são os interesses do país aos interesses individuais e partidários de alguns.

Não o fez porque (como ele disse em campanha eleitoral) não é político - pelo menos no significado quotidiano da expressão, naquele significado que a população apresenta para este termo.

Mas Cavaco Silva tem razão.

Não consigo encontrar lógica na necessidade de, face a uma possível dissolução da Assembleia Regional dos Açores, ter que ouvir mais pessoas, mais instituições do que para a dissolução da Assembleia Nacional.

Não consigo encontrar lógica nem coerência quando se aprova uma lei que proíbe os futuros deputados nacionais de alterar uma lei sem que os deputados açorianos aprovem. Que Assembleia tem primazia? A Nacional ou a Regional? Qual se deve submeter a qual?

publicado por MAV às 04:12
Quarta-feira, 02 DE Janeiro DE 2008

Oásis

Pelo menos ainda existem alguém com responsabilidades que, no meio desta balbúrdia e egocentrismo governamental, consegue ser directo, positivo e ter um discurso coerente com a realidade nacional.
publicado por MAV às 03:36
Domingo, 03 DE Junho DE 2007

Nós Contribuímos (3)

 


 


Cavaco Silva pede divulgação de imagem positiva da agricultura [via]


(c) Público




publicado por MAV às 16:53
Domingo, 03 DE Junho DE 2007

Nós Contribuímos (2)

Cavaco Silva pede divulgação de imagem positiva da agricultura [via]


(c) www.isa.utl.pt/home/book/export/html/270




publicado por MAV às 16:52
Domingo, 03 DE Junho DE 2007

Nós Contribuímos

Cavaco Silva pede divulgação de imagem positiva da agricultura [via]


(c) http://historia9.blogspot.com




publicado por MAV às 16:38
Sábado, 02 DE Junho DE 2007

As Minhas Notícias do Dia (02.06.07)

Cavaco Silva: cenário de recessão demográfica exige políticas de natalidade (Público.pt)

«O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva alertou hoje que Portugal enfrenta um cenário de envelhecimento e recessão demográfica, que vai "obrigar a pensar seriamente sobre as políticas de natalidade".»

Ineficácia nos hospitais impede 50 transplantes todos os dias (Jornal de Notícias)
«As listas de espera para transplantes continuam a aumentar em Portugal, não tanto por falta de dadores, mas por dificuldades na colheita de órgãos. Apenas metade dos 42 hospitais autorizados o fazem com regularidade, o que leva a que "muitos órgãos se percam", denuncia Manuel Abecassis, presidente da Organização Portuguesa de Transplantação (OPT), ontem extinta. O médico deu como exemplo a falta de disponibilidade de recursos humanos no Hospital de Santa Marta (Lisboa), onde a instituição chega a "doar órgãos a Espanha".»

Nova droga preocupa responsáveis (Correio da Manhã Online)
«O Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT) está a investigar a benzilpiperazina, uma nova droga psicoactiva que está gradualmente a substituir o ecstasy.»
publicado por MAV às 23:58

pesquisar

 

Outubro 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

comentários recentes

  • A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...
  • É homenagem a Portugal não vã...
  • obrigado pela informação
  • Buy your World Email Databases - Connect the World...
  • boas,caros colegas, acho impressionante o que se p...
  • Antes de mais dou os parabéns pelo bom gosto com q...
  • Parabéns pelo destaque!
  • Infelizmente a Troika não nos "safa" dos espertos....
  • Gostava de o desafiar a visitar o blog "Dez a fio"...
  • Bom dia,O Ideal Social está novamente em destaque ...

arquivos

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

links

DIVERSOS

------------------
------------------

O Ideal Social no seu E-Mail