liberdade, liberdade, porque fugiste de mim...

Parece-me que ainda ninguém compreendeu a verdadeira explicação para a monumental vaia com que foi brindada a estátua da liberdade, aquando da sua apresentação como uma das candidatas a "maravilha do mundo".


Não foi o nosso anti-americanismo... penso que a explicação é muito mais simples...


As pessoas presentes eram indivíduos conhecedores da realidade do nosso país, e como o nosso primeiro-ministro, o Sr. Engenheio Técnico José Sócrates estava presente, os espectadores tiveram receio que qualquer aplauso fosse entendido como uma crítica ao mesmo e que, no final do espetáculo, fossem todos identificados pela força policial presente...


 

publicado por MAV às 01:05