chapada de luva branca

Falava no início desta semana com uns amigos sobre uma situação ocorrida comigo por volta de 2003, e dizia que uma das coisas que mais gosto me tinha dado nessa situação foi o de ver que algumas pessoas que tentaram pôr-me fora dum determinado local, sentiram-se obrigadas, posteriormente, a agradecer um determinado trabalho feito em conjunto. A tal da chapada de luva branca.

Falo disto a propósito do post anterior, e do gozo que isto deve dar a Cavaco Silva. Deve-lhe ser interessado recordar as insinuações feitas por elementos do PS durante a última campanha para as presidenciais (lembram-se certamente do "golpe constitucional" de Vitalino Canas), para agora ouvir Jaime Gama a dizer que o "Presidente da República vai seguramente manter a linha que tem seguido, organizada em função do seu programa e da sua actuação, uma linha de funcionamento independente, árbitro do sistema político, garante da Constituição e isso tem-no feito com elevada qualidade. [...] Penso que é dessa conduta que o Presidente pode aspirar a uma reeleição confortável e isso também tem significado político [link]"

publicado por MAV às 01:00