boas práticas

Se existem aspectos em que o trabalho desenvolvido na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro deve ser valorizado e aplaudido, o caso do CERTIC (Centro de Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade) é sem dúvida um dos mesmos, face às actividades que tem desenvolvido na "aplicação da ciência e da tecnologia na melhoria da qualidade de vida de populações com necessidades especiais, nomeadamente pessoas com deficiência, idosos e acamados em áreas como o acesso a tecnologias de informação, comunicação e mobilidade".

E seriam variados os exemplos de situações práticas onde estes conhecimentos estão a ser aplicados. Neste momento, segundo tive conhecimento, o CERTIC começou a colaborar esta semana com a empresa J.P. Sá Couto na avaliação do portátil Magalhães para necessidades educativas especiais. e irá organizar com a Corgobus (transportes públicos de Vila Real) a partir da próxima semana a experiência dos motoristas em cadeiras de rodas.

Aliás, não compreendo como, neste momento, não existe uma maior relação entre o trabalho desenvolvido por este centro e licenciaturas com, por exemplo, a de Serviço Social, cujos futuros profissionais só sairiam a ganhar com uma maior articulação.

Fica aqui uma palavra de reconhecimento e apreço pelo trabalho que está a ser desenvolvido por este centro, personalizado na pessoa do Prof. Doutor Francisco Godinho.

publicado por MAV às 09:20