Pois Claro...

O Diário de Notícias (pelo menos) avança hoje com a informação de que «O Tribunal de Contas (TC) detectou despesas públicas irregulares num valor superior a 700 milhões nas auditorias realizadas no ano passado.» [via].


 


O governo, na pessoa do ministro Teixeira dos Santos, confrontado com esta informação começa por desvalorizar a mesma, visto que os 700 milhões dizem respeito a «1 por cento do total da despesa do sector público administrativo» [via].


 


Uma ninharia portanto, esses 700 milhões de euros...


 


Se Teixeira dos Santos ficasse por aqui, ainda davamos um desconto, mas a verdade é que o mesmo complementa esta desvalorização, referindo que nem todas estas despesas foram realmente ilegais, visto que exitem «divergências entre os serviços do Ministério das Finanças e o TC quanto à interpretação jurídica»[via].


 


Ou seja, a culpa destas despesas irregulares não é do Estado nem de quem as ordenou e aprovou, mas sim, pura e simplesmente, da lei em vigor... Pois claro...


 


MAV

publicado por MAV às 13:44