Portugal de Verde e Branco

A selecção Nacional está, neste momento, a defrontar a sua congénere do Kuwait (no record diz Koweit). Ou melhor, a defrontar (infelizmente ainda 0-0, quase no intervalo) a equipa do Al Salmiya.


Não conhecia esta regra da FIFA que permite às federações nacionais, nomear uma equipa nacional para a representar, contando para as estatísticas do futebol mundial, desde que joguem apenas com jogadores nacionais (ou com passaporte desse país, para ser mais exacto).


Não sabia e, ao ter conhecimento deste facto, não pude deixar de o extrapolar para a realidade nacional. Pelo pouco que li, esta situação foi encarada com (alguma) normalidade (dentro da anormalidade do facto), mas, o como seria esta situação em Portugal?


Imaginemos que, a Federação Portuguesa de Futebol solicitava ao Sporting Clube de Portugal, ou ao Sport Lisboa e Benfica, que representa-se a selecção nacional, num jogo contra, por exemplo, o Brasil. O que diriam os comentadores portugueses, os crónicos (e cromos) da bola nacional?


Seriam, certamente, arrochadas a tordo e a direito...


Fica, pelo menos, da equipa eleita não poder ser o Marítimo...


 



NOTA: Utilizei nesta extrapolação a equipa do Sporting e do Benfica, por serem as que melhor podemos comparar ao Al Samiya que, embora lutando pelo título, não o consegui atingir. Estou certo que se o exemplo fosse com o Futebol Clube do Porto, os comentários seriam bem piores.

MAV

publicado por MAV às 18:39