Notas Pessoais sobre as Intercalares...

Para ser completamente sincero, não segui com muita atenção a noite eleitoral das eleições intercalares de Lisboa. Mesmo assim, e com o que fui recolhendo, ficam algumas das minhas impressões sobre o que aconteceu:


 


 





  1. O Partido Socialista foi "recolher" eleitores para festejar a sua grande vitória (segundo José Sócrates). Nada de anormal, não fossem os mesmos de Beja, Famalicão, entre outros... Como vemos, ou Lisboa é mesmo Portugal, ou alguém andava enganado em relação a estas intercalares. Ou então não estavam à espera de muitos eleitores com vontade de festejar.




  2. Começa a ser hábito. Depois de Sócrates ter cortado o discurso de Alegre na noite das presidenciais, foi a vez de António Costa fazer o mesmo a Helena Roseta. Curiosamente, o PS a tapar as imagens dos independentes... Nada de anormal, portanto...




  3. As eleições que eram apenas de Lisboa, tornaram-se (para o PS) eleições nacionais.




  4. Goste-s, ou não se goste (e eu não gosto) Marques Mendes é dos poucos com eles no sítio. Tudo bem... o espaço também não é muito e isso ajuda...




  5. Carmona é tudo menos um técnico... temos político (segundo a definição popular do conceito).




  6. Helena Roseta e as vitórias dos independentes... Independentes? Estamos a falar de quem afinal?




  7. Será que o PP vai voltar a ser CDS?




MAV

publicado por MAV às 00:22