Nada se ganha, nada se perde...

... tudo se transforma...



(daqui)

publicado por MAV às 11:21