ist ensact joint european conference (iv)

Depois do dia de ontem ser dedicado à cerimónia de abertura e à minha comunicação, o dia de hoje foi repleto de ética... Quer da parte da manhã quer da parte da tarde estive a assistir a um conjunto diferenciado de intervenções sobre a ética na profissão e práticas deontológicas.

E (também) por causa disso não consigo deixar de retomar um assunto sobre o qual, esporadicamente, vou falando e escrevendo, quer neste blog, quer nas aulas e noutros locais onde sou convidado para falar sobre este tipo de assunto.

Falo na necessidade de se criar um código deontológico para o serviço social em Portugal. Tenho consciência que, sem a ordem, não existe uma instituição com a "força" suficiente para o fazer aplicar, mas também é verdade que, neste momento, muitos profissionais andam "à toa" sem ter um suporte ético para a sua prática.

Não seria possível, por exemplo, a criação deste código, envolvendo associações profissionais, escolas de serviço social e, obviamente os profissionais? Aliás, como a própria declaração de princípios éticos da IFSW defende?

publicado por MAV às 17:07