25 anos depois

a tua voz contínua viva.

publicado por MAV às 02:57