claro que não...

«O ministro do Trabalho e Solidariedade Social, Vieira da Silva, rejeitou hoje, no Funchal, que os 132 milhões de euros de subsídios de desemprego pagos indevidamente até 2007 sejam "uma fraude generalizada"».[aqui]

... é uma fraude localizada... naqueles que receberam esses subsídios.

publicado por MAV às 19:45