da (falta) de saúde…

Confesso que não conheço aprofundadamente a legislação sobre as parcerias público-privadas dos hospitais nacionais, mas sei muito bem o que é um “consentimento informado” (instrumento fundamental da minha profissão.

O que se passou (e passa) no hospital de S. Marcos em Braga, deveria ser motivo mais que suficiente para invalidar quaisquer contratos que existam entre o Estado Português e o Grupo Mello Saúde.

publicado por MAV às 21:22