E ainda por cima gregos? É um bom prenúncio, é...

A parte final do debate na generalidade do Orçamento Geral de Estado para 2011 teve um episódio caricato. O Ministro da Defesa, Augusto Santos Silva, resolveu apelar aos seus conhecimentos de Mitologia Grega para confrontar o PSD com algumas questões, aproveitando aquele que foi, na sua interpretação, a intervenção de Manuela Ferreira Leite, no mesmo debate. Aliás, intervenção essa que José Sócrates já tinha utilizado para afirmar que, finalmente, tinha sido ouvido...

Aliás, atente-se à reacção da própria Manuela Ferreira Leite.

Mas quanto ao assunto, dois aspectos...

Utilizar as palavras, da pessoa que desde 2008 mais avisou o governo para o que aconteceria (e acertou) se as suas políticas não fossem alteradas, apenas porque vão no sentido do que agora pretendem (ou mostram pretender) é, no mínimo, ridículo.

E depois, o pormenor de utilizar personagens da mitologia grega, que se tivessem existido, deveriam estar "felicíssimas" com a crise que se passa no seu próprio país, é uma situação, no mínimo, que nos leva a querer "malhar" em algumas pessoas...

publicado por MAV às 01:13