EM AGENDA

29/04/2011
Comunicação nas Jornadas Nortenhas de Mediação (Porto)
------------------
19, 20 e 21/05/2011
Formador do Curso Básico de Criminologia promovido pela AIDSS (Lisboa)
------------------

mais sobre mim

subscrever feeds

as minhas fotos

Domingo, 29 DE Março DE 2009

bolonha, ensino superior e serviço social

O Diário de Notícias de hoje apresenta uma peça interessante sobre a aplicação do chamado "processo de Bolonha" no ensino superior em Portugal, sob o título de "Universidades falham processo de Bolonha".

Infelizmente não consigo deixar de concordar com muito do que aí é exposto. A verdade é que uma grande parte das alterações provocadas pelas adequações a este processo passaram apenas pela alteração (leia-se diminuição) da duração das licenciaturas.

Sendo certo que o "processo" está implementado na maior parte dos cursos do ensino superior e que muitas associações profissionais já exigem o mestrado como condição de acesso à profissão (psicologia, por exemplo), importa assumir de vez o que temos e assumir também um de três caminhos:

  1. Os três anos são suficientes para uma formação de nível superior, e ninguém poderá exigir mestrado (o que me parece a opção menos credível);
  2. Reformular toda a estrutura de Bolonha, readequando os cursos, com critérios rigorosos pré-definidos (o que me parece, nesta altura, pouco sustentável);
  3. Aceitar de vez, que estamos perante uma estrutura idêntica ao sistema bietápico antigo, em que apenas por acaso (ou por azar) se designou de licenciatura e mestrado, ao invés do que acontece na generalidade dos outros países (nomeadamente os anglo-saxónicos (bacharelato e mestrado).

Neste último caso, será necessário reestruturar profundamente a organização profissional, até como forma de "adequar" os antigos licenciados a mestres (o que parece que o Bloco de Esquerda se prepara para propor), que passará obrigatoriamente pelo assumir a necessidade dum mestrado e reformular os níveis profissionais.

Não consigo deixar de realçar as palavras de Gonçalo Xufre ao assumir que "Bolonha foi uma oportunidade perdida [...] para o ensino superior", algo que, adequado ao Serviço Social, eu já tinha aqui escrito em Agosto de 2007, sob o título de "uma oportunidade perdida". Só tenho pena que se tenha demorado tanto tempo a dar conta disso.

Não consigo terminar sem aqui deixar as palavras duma colega, aquando duma conferência a que assisti sobre este processo. No final, e face às diferentes opiniões e declarações, perguntou-me: "Quantos processos de Bolonha conheces?"

publicado por MAV às 15:05
Quinta-feira, 12 DE Março DE 2009

equipação licenciados pré-bolonha a mestres pós-bolonha

O Bloco de Esquerda prepara-se para apresentar na Assembleia da República uma proposta de lei que visa «restabelecer a igualdade de condições nos concursos públicos entre os licenciados do sistema “pré-Bolonha” e os mestres do sistema de atribuição de graus criado pelo decreto-lei 74/2006» ou seja, mestres pós-Bolonha.

Pessoalmente, e tendo em conta aquilo que foi a real implementação do Processo de Bolonha em Portugal, um pouco distante daquilo que era a real intenção da Declaração de Bolonha, apenas posso concordar com a mesma.

Falta, certamente, definir como esta equivalência funcionará na prática da estruturação profissional, porque a existir esta equiparação, estamos a assumir (e bem, a meu ver) que as actuais licenciaturas não preparam devidamente os profissionais para a prática profissional das suas actividades.

Tal situação, terá que levar a uma obrigatoriedade dos mestrados para todas as profissões, não podendo ficar o assunto pela mera equiparação entre licenciados pré-Bolonha e mestres pós-Bolonha.

Exige-se assim uma reformulação completa da ordenação das profissões, Serviço Social incluído.

publicado por MAV às 23:30
Domingo, 05 DE Outubro DE 2008

títulos de que gosto...

 ... mas sobre o qual a notícia pouco me interessa para esse mesmo gosto.

 

Avança o SOL (pelo menos) que Inter de Milão volta aos triunfos frente ao Bolonha.

 

Eu até gosto de futebol, como podem comprovar neste blog, e até tenho bom gosto, mas desde há uns anos para cá, basta saber que alguma coisa correu mal em Bolonha e eu fico satisfeito...

E, especialmente, hoje é um desses dias. 

publicado por MAV às 01:37
Sexta-feira, 27 DE Junho DE 2008

vou ali... e já volto.

publicado por MAV às 04:14
Terça-feira, 21 DE Agosto DE 2007

Uma Oportunidade Perdida...

Já o disse em alguns locais: O processo de Bolonha, no âmbito da reestruturação do ensino superior em Portugal era uma oportunidade de ouro para conseguir por ordem no ensino das ciências sociais e humanas no nosso país.


Em alguns casos isso foi conseguido. Na psicologia, por exemplo, foi proibido que as mesmas tivessem "sufixos". Isto é, os primeiros ciclos em psicologia, tiveram que ser apenas em psicologia e não em "psicologia clínica" ou outra qualquer. Para isso, serviriam os mestrados (integrados ou não).


Para além disso, poder-se-ia ter reestruturado as estruturas curriculares das licenciaturas, adaptando-as à realidade e ao conhecimento científico internacional, adaptando também, desta forma, as práticas clássicas de intervenção.


Na "minha área" apenas se conseguiu reestruturar (homogeneizando) os nomes dos primeiros ciclos de formação. Embora não concorde com a designação, todas as "licenciaturas" passaram a ser denominadas de "serviço social". Pessoalmente preferia (por defeito - ou não - de formação) a designação internacionalmente adoptada, ou seja, trabalho social. Mas este aspecto será, para já, aguas passadas.


Mas voltando a Bolonha...


Este processo foi, na área do serviço social, um momento perdido. Um período em que se poderia (ou deveria) ter feito muito mais.


Poder-se-ia ter pensado (e ido) mais além, no que se pretenderia para uma profissão para o século XXI, onde o cliente estivesse no centro da intervenção, aproveitando os conhecimentos actualmente existentes (mas que parecem ainda não ter chegado a Portugal) para transformar as estruturas curriculares (especialmente) dos primeiros ciclos de formação.


Não defendo que esqueçamos os modelos clássicos (casos, grupo e comunidade), visto que estes poderão ser uma base para a intervenção. Mas apenas isso, a base que serviria como alicerces para uma nova metodologia profissional em Portugal. Essencialmente, uma nova forma de pensar e actuar profissionalmente.


Bolonha deveria também ter pressuposto a criação de formações iniciais, a serem complementadas (no âmbito de especializações) pelos mestrados. Aliás era essa mesmo a ideia. Mas assim não aconteceu em Portugal.


Readaptaram-se as designações das licenciaturas, mas os problemas continuaram e continuarão.


Repare-se, por exemplo, na nova licenciatura em Gerontologia Social da Universidade Lusíada de Lisboa. Esta área (como se pode verifica nas saídas profissionais) enquadra-se completamente dentro do serviço social.


Então, porque não criar estes ciclos de formação, como os quais concordo, mas numa lógica de segundo ciclo (vulgo mestrado) para formações iniciais (primeiro ciclo) na área do serviço social?


Talvez seja tarde, mas e "mais valendo tarde do que nunca" não será preferível e importante fazer um momento de paragem? Paragem para pensar naquilo que realmente queremos. Paragem para pensar e estruturar uma profissão actual, moderna, e teoricamente sustentada...

publicado por MAV às 13:49

pesquisar

 

Outubro 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

comentários recentes

  • A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...
  • É homenagem a Portugal não vã...
  • obrigado pela informação
  • Buy your World Email Databases - Connect the World...
  • boas,caros colegas, acho impressionante o que se p...
  • Antes de mais dou os parabéns pelo bom gosto com q...
  • Parabéns pelo destaque!
  • Infelizmente a Troika não nos "safa" dos espertos....
  • Gostava de o desafiar a visitar o blog "Dez a fio"...
  • Bom dia,O Ideal Social está novamente em destaque ...

arquivos

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

links