EM AGENDA

29/04/2011
Comunicação nas Jornadas Nortenhas de Mediação (Porto)
------------------
19, 20 e 21/05/2011
Formador do Curso Básico de Criminologia promovido pela AIDSS (Lisboa)
------------------

mais sobre mim

as minhas fotos

Segunda-feira, 11 DE Maio DE 2009

nem mais...

Por José Raposo, aqui, no Dolo Eventual:

«A fonte dos problemas do bairro da Belavista é haver um modelo social que cria bairros da Belavista um pouco por todo o país.»

publicado por MAV às 21:32
Domingo, 22 DE Fevereiro DE 2009

boas práticas

Já desde há algum tempo que defendo a revitalização dos prédios degradados em habitações sociais. Conseguir-se-ia com isto revalorizar as zonas históricas impedindo o gradual afastamento dos habitantes, potencializar o turismo, impedir a criação de guetos urbanos, promovendo a inserção social, entre outros aspectos.

Mesmo a nível financeiro, a recuperação destas casas (para além do impacto indirecto das questões acima referidas) poderia ser uma mais-valia para as câmaras municipais, se permitirem, por exemplo, o arrendamento dos baixos dessas habitações para comércio.

 

Fico agora a saber que a Câmara Municipal de Vila Real vai avançar com a recuperação duma das zonas mais degradadas da cidade (o bairro dos Ferreiros) através da reabilitação de diversos prédios urbanos em habitações sociais. Mais uma boa iniciativa que merece o meu aplauso. Uma iniciativa a repetir e a copiar...

publicado por MAV às 18:22
Terça-feira, 22 DE Julho DE 2008

boas iniciativas

No rescaldo da declaração de intenções de Rui Rio em terminar com o Bairro do Aleixo e das Ias Jornadas ISPGaya/AIDSS de Serviço Social, subordinada à temática "Pensar a Cidade: Repensar a Intervenção Social", escrevi aqui que nessas jornadas "falou-se também que os mesmos erros que se cometeram no Aleixo, estão a ser cometidos noutros locais, nos dormitórios da periferia do Porto. Falou-se que seria óptimo corrigir esses erros enquanto ainda há tempo, sob pena de, daqui a 15/20 anos, estarmos a tentar arranjar soluções para o que deveria não ter sido feito."

Também por isso, não posso deixar de considerar uma óptima iniciativa do O Fórum Português para a Prevenção e Segurança Urbana (FPPSU), que pretende criar e fornecer às autarquias um "guia do desenho urbano com soluções urbanísticas que travem os guetos e, por arrasto, os problemas sociais explosivos."[link]

Gostava apenas, por curiosidade, conhecer a composição deste "fórum"...

publicado por MAV às 20:08
Quinta-feira, 17 DE Julho DE 2008

bons sinais

Na passada segunda-feira decorreram as Ias Jornadas de Serviço Social, organizadas em conjunto pela licenciatura em serviço social do ISPGaya e pela AIDSS, sob a temática de "Pensar a Cidade: Repensar a Intervenção Social".

 

No painel da manhã o tema foi a criminalidade...

Falou-se da necessidade de alterar a lógica de construção de bairros sociais. Lembrou-se que tinham sido construídos (no Porto) fora daqueles que eram na altura os limites da cidade, mas que com sua a evolução (ou crescimento?) ficaram no centro da mesma.

Falou-se na urgência em repensar o conceito, a guetização, a construção em altura, comentando-se as dificuldades da intervenção da PSP em torres com 11/12 andares. Deu-se como exemplo o Bairro do Aleixo.

Sentiu-se a necessidade do aproveitamento do espaço, do preenchimento das zonas antigas, da alteração da construção vertical por construção horizontal.

 

Hoje, fala.se da criação dum Fundo Especial de Investimento Imobiliário pela Câmara Municipal do Porto, encontrando um parceiro que reabilite algumas habitações ou construa novas habitações sociais, recebendo em troca os terrenos do Aleixo porque como refere Rui Rio [link], "Reabilitar o edificado seria errado. Aquelas torres são demasiado grandes".

 

São bons sinais, óptimos sinais. Sinais de que a profissão pensa, debate e reflecte sobre as necessidades. Sinais que está atenta ao que se passa e, principalmente, como se passa. Sinais de que tem um papel importante na evolução (agora sim...) da sociedade.

 

Ainda a propósito, falou-se também que os mesmos erros que se cometeram no Aleixo, estão a ser cometidos noutros locais, nos dormitórios da periferia do Porto. Falou-se que seria óptimo corrigir esses erros enquanto ainda há tempo, sob pena de, daqui a 15/20 anos, estarmos a tentar arranjar soluções para o que deveria não ter sido feito.

 

Leitura complementar: seguir o debate sobre este assunto n'A Baixa do Porto (aqui e aqui)

publicado por MAV às 02:11
Segunda-feira, 03 DE Setembro DE 2007

Espaço Legislativo

dr.gif

 


Apresentam-se de seguida as mais recentes normas legais portuguesas, aprovadas e publicadas em Diário da República, que apresentem interesse para os profissionais da área do trabalho/serviço social.


 


RCM 128/2007 de 3 de Setembro





  • Aprova a Iniciativa Porta 65, que tem como missão desenvolver e estimular respostas institucionais inovadoras em termos de dinamização, acesso, gestão e conservação do parque habitacional de arrendamento, público e privado, com vocação social.

publicado por MAV às 13:16
Domingo, 12 DE Agosto DE 2007

Espaço Informativo

j0284024.gif


Diário de Notícias



Diário Digital

Jornal de Notícias




Portugal Diário
publicado por MAV às 22:34
Sábado, 11 DE Agosto DE 2007

Espaço Informativo - Actualizado

j0284024.gif


Diário de Notícias

Diário Digital


Expresso

Jornal de Notícias




Portugal DIário


Público Online

TSF

[11/08/07 às 21:00 - novas notícias]
publicado por MAV às 12:37
Segunda-feira, 12 DE Março DE 2007

Legislação Social… (xi)


 


 


DL 54/2007 - 12-03-07


Primeira alteração ao Decreto-Lei nº 135/2004, de 3 de Junho, que aprova o PROHABITA – Programa de Financiamento para Acesso à Habitação e regula a concessão de financiamento para resolução de situações de grave carência habitacional de agregados familiares residentes no território nacional.

publicado por MAV às 23:38
Terça-feira, 06 DE Fevereiro DE 2007

Apoio a arrendamento jovem cai 50% em 2007


«A verba orçamental disponível para apoiar jovens arrendatários vai estar limitada este ano a 32,7 milhões de euros, soube o DN junto do Instituto Nacional da Habitação (INH). Este plafond, inexistente em anos anteriores, corresponde a metade da despesa anual média registada entre 2004 e 2006 (cerca de 62 milhões de euros) e reflecte a nova filosofia adoptada pelo Governo em matéria de apoio a jovens que vivam em casas arrendadas, que se materializa, desde já, no abandono do programa Incentivo ao Arrendamento Jovem (IAJ).»

Diário de Notícias, 05.02.07
Ver Artigo Completo

publicado por MAV às 00:12

pesquisar

 

Outubro 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

comentários recentes

  • A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...
  • É homenagem a Portugal não vã...
  • obrigado pela informação
  • Buy your World Email Databases - Connect the World...
  • boas,caros colegas, acho impressionante o que se p...
  • Antes de mais dou os parabéns pelo bom gosto com q...
  • Parabéns pelo destaque!
  • Infelizmente a Troika não nos "safa" dos espertos....
  • Gostava de o desafiar a visitar o blog "Dez a fio"...
  • Bom dia,O Ideal Social está novamente em destaque ...

arquivos

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

links