4º Inquérito Nacional de Saúde

O Quarto Inquérito Nacional de Saúde (4º INS) foi realizado em 2005/2006, por iniciativa do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA) através de uma parceria com o Instituto Nacional de Estatística (INE). Contou também com a colaboração da Direcção-Geral da Saúde. Nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, as respectivas Secretarias Regionais dos Assuntos Sociais colaboraram na fase de preparação do questionário.


O 4º INS teve como principal objectivo a caracterização da população portuguesa face à saúde. Para esse fim, recolheu-se informação sobre algumas características, tais como: a auto-apreciação do estado de saúde, a incapacidade temporária, a incapacidade de longa duração, as doenças crónicas, os cuidados de saúde, o consumo de medicamentos, a saúde oral, as despesas com saúde e rendimentos, o consumo de tabaco, o consumo de alimentos e bebidas, a saúde reprodutiva, a actividade física, a saúde mental, os cuidados preventivos, a qualidade de vida e a insegurança alimentar. As características não referidas nesta primeira divulgação de resultados encontram-se ainda em fase de análise.


Este é o primeiro inquérito sobre saúde que abrange todo o território nacional apresentando resultados quer para o Continente, quer para as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira. Sublinha-se assim que para as Regiões Autónomas não se dispõe de resultados para períodos anteriores a 2005/2006.


Também pela primeira vez, os resultados apresentados para 1998/1999 e 2005/2006 reportam ao total da população residente, através da aplicação de um método matemático que expande as respostas individuais tendo em conta a composição etária e por sexo da população residente em Portugal. Note-se que os resultados 1998/1999 até aqui divulgados respeitavam apenas a valores amostrais.


Destacam-se agora os principais resultados obtidos, tendo por base uma análise comparativa com o anterior inquérito que decorreu em 1998/1999, sendo que esta comparação temporal só é possível para a população residente no Continente.



[disponível aqui]
publicado por MAV às 14:29