vitórias e derrotas olímpicas

Ficam os parabéns a Nelson Évora (concurso fantástico), no momento em que Portugal tem uma grande derrota olímpica.

Acabamos de perder o único recorde olímpico que detínhamos: o da maratona, obtido por Carlos Lopes em 1984.

publicado por MAV às 02:42