finalmente...

Não fiz nenhum comentário sobre a não convocatória de Ricardo para o anterior particular, por não saber até que ponto essa era uma verdadeira opção ou apenas uma forma de analisar outros jogadores por parte de Carlos Queiroz. Contudo, e ao que parece pela convocatória para os primeiros encontros oficiais da selecção nacional no apuramento para o mundial de 2010, Ricardo será uma carta fora do baralho.

Se é verdade que fui um daqueles que nunca concordou com a titularidade de Ricardo, expresso agora as minhas dúvidas sobre o merecimento ou não do guarda-redes ser chamado á selecção. Nunca como titular, mas a questão que fica é se Ricardo não estará na lista dos três melhores guarda-redes nacionais.

E é aqui que tenho que concordar com Carlos Queiróz. Não sei se Ricardo estará ou não nessa lista, pelo simples facto de não estar a jogar, e sempre defendi que uma selecção deverá ser uma selecção dos que, num determinado momento, estão em melhor forma e com maior ritmo competitivo.

Carlos Queiroz saberá. Eu aplaudo o seleccionador, acreditando que, e ao contrário de anteriores seleccionadores, se Ricardo (ou outro jogador) estiver em melhor forma que jogadores da mesma posição, a opção recairá por ele. Enquanto tal não acontecer, não é convocado.

 

Uma última nota: bom regresso Maniche...

publicado por MAV às 18:59