Lic em Ciências Sociais da UAb

Está a gerar polémica a existência de uma licenciatura em ciências sociais na Universidade Aberta, como podemos ver aqui ou aqui.


 


Pessoalmente, e embora considere que seja necessário uma regulação das licenciaturas em serviço social, considero que andamos a discutir o superficial, deixando-se de parte o mais essencial.


É certo que a lei portuguesa, ao regular o acesso à carreira de técnico superior de serviço social, refere expressamente que apenas podem aceder à mesma os licenciados em serviço social e em política social, mas também não é menos certo que existem outras licenciatura cujo curriculum base está mais de acordo com o serviço social do que a antiga licenciatura em política social do ISCP. Mas isso será discussão para outro espaço e para outro momento.


 


Mas, nesta lógica, não seria mais coerente e favorável para a profissão, a APSS (e profissionais) defenderem um enquadramento jurídico diferente do actual, nomeadamente através da permissão do acesso à carreira aos licenciados em cursos (com outras designações), desde que preencham um conjunto de critérios no seu curriculum académico?


Ou, pelo menos, ser promovida uma reunião, com todas as escolas de serviço social e (permitam-me...) similares, de forma a tentar estruturar, sem conflitos e numa ideia de discussão saudável e de promoção da profissão, um tronco comum às diferentes licenciaturas, e posteriormente (duma forma pacífica) promover a alteração da designação (como aspecto não principal) das licenciaturas.


 


Não poderíamos aproveitar o momento para actualizar (teoricamente, e de acordo com Ander-Egg, 1995) as designações das mesmas e a sua estrutura, nomeadamente através da criação de um livro branco da profissão, como se fez em Espanha na fase pré-Bolonha?


 


No que me diz respeito, e face às responsabilidades que terei que assumir nesta questão... marquem o dia, hora e local... Lá estarei, sob os pressuposto acima referenciados.

publicado por MAV às 17:06